Cabelo: Meus estágios e hidratação atual PARTE 1

Se tem uma coisa que precisa de muito cuidado, são os cabelos e, nesse post vou contar pra vocês os estágios do meu cabelo. TUDO de louco que eu fiz com ele pra que chegasse ao estado que está hoje. Depois farei um outro post falando dos produtos que uso/estou experimentando para a hidratação dele atualmente. Então, vamos começar essa historinha engraçada:

Eu tenho muito cabelo! MAS É MUITO CABELO MESMO! Ele é pesado e também é ondulado, isso não é nem um pouco legal. Primeiro: O cabelo é cheio então deixá-lo natural não é uma boa ideia, pelo menos o meu, e não é porque eu recuso o cabelo que me foi dado, é porque realmente não é algo que eu goste EM MIM. Eu sempre tive muito frizz, são cabelinhos bizarros que ficavam na lateral e não abaixam de jeito nenhum, eles elevam o conceito de frizz para um outro patamar de tão louco. Vocês verão nas fotos! Outro contra é que não posso cortá-lo curto, caso eu o faça e o mantenha natural, ficarei parecendo um poodle. Por sorte eu encontrei uma cabeleireira que o corta de forma que ganha cachos fazendo com que a impressão do cabelo cheio seja por causa deles.

Scan_Pic0002     Scan_Pic0001

E então, eu decidi ficar loira (por causa da Sharpay Evans hahahaha High School Musical no sangue) e não foi uma boa decisão. Fiz luzes em todo o meu cabelo, porém, na época eu tinha 11 anos. FICOU UMA JUBA TÃO GRANDE, MAS TÃO GRANDE, morro de vergonha maaas:

559543_585208304822650_226380405_n

Foi a única foto que eu encontrei, pra piorar minha situação aqui. Nela o loiro não fica tão aparente.

Depois disso, eu fiquei pintando o cabelo várias e várias vezes de castanho para voltar a cor natural. Ficavam umas cores água de salsicha bizarras e graças a Deus, dessa fase eu não tenho fotos. Então eu dei a louca, desisti disso e pintei meu cabelo todo de preto (O que é um erro mas que no meu caso era a única opção pra sair daquela cor horrível) e eu devia ter uns 12 para 13 anos quando fiz isso e foi nessa época que comecei com o corte que uso até hoje. Experimentei ele de várias formas, curto, médio e grande (o atual) e creio ser o grande o melhor de todos.

page

13 anos (curto) | 14 anos (médio) | 17 anos (grande)

MAS PERA, PERAÍ! NÃO, NÃO ACABOU! EU NÃO PAREI POR AÍ

Com 14 anos, eu decidi pintar as pontas do meu cabelo DE ROSA. Bom, de todas as mudanças, além da tintura preta, essa foi a melhor porque foi nas pontas, tudo o que ficaria destruído pelo descolorido e tingido, eu poderia cortar.

SAM_7743

Cabelo descolorido

SAM_8430

Cabelo pintado

A princípio, eu queria o cabelo rosa mas eu não queria gastar dinheiro com tinta e então uma amiga me aconselhou a usar anilina e quem pinta o cabelo com ela sabe que anilina nunca fica da cor que desejamos, é incrível. Acabou que ficou esse vermelho legal e eu deixei. Acredito que por misturar a anilina no creme hidratante e sempre retocar, meu cabelo não ficou tão quebrado quanto devia e por isso deixei o cabelo assim por um bom tempo. Depois cortei e tcharam, sumiu, mas errei em cortar curto, como sempre!

Em 2013 pra 2014, estudando com a Fafs do We can’t live like Jack and Sally eu senti muita falta do meu cabelo colorido, então decidi pintar ele de rosa com tinta, mas como não queria nada MUITO chamativo, pintei a nuca:

06c890ce435411e3a66b22000a9f09de_8

Primeira descoloração e tintura rosa

IMG_4069

Primeira descoloração com tintura roxa e rosa

926649_505250882929201_974487409_n

Segunda descoloração com tintura rosa.

Na primeira descoloração não ficou um rosa legal e depois eu ainda fiz mechas alternadas de rosa e roxo (na segunda foto só dá pra ver o roxo). Então eu descolori mais, ficou parecendo um miojo (lembro bem, foi no dia do show da Lana del Rey hahaha) e pintei de rosa, com a tinta Kolor Kostume que tem um cheiro muuuito bom mas uma fixação não muito boa, anyway eu continuei usando pois foi a tinta mais barata que achei e era boa mesmo que desbotasse depois da terceira vez que lavasse o cabelo. Cansei da cor, taquei preto mas muito mal então eu tenho umas mechas loiras perdidas pelo meu cabelo ainda.

Eu acho importante salientar que, TEM QUE TOMAR MUITO CUIDADO. Eu não fiquei careca na nuca por sorte, eu não esperei o tempo necessário entre uma descoloração e outra então na segunda vez meu cabelo ficou HORRÍVEL! Quando molhado ele ficava elástico, que nem chiclete e caía facilmente, quando seco ele ficava completamente quebrado e sem brilho, você passava a mão para desembaraçar e o cabelo quebrava na sua mão. Foi aí que comecei com os cuidados extremos com o meu cabelo.

Considerações: Isso tudo deixou meu cabelo bem ruim (não mega ruim mas ressecado, sem brilho) porque durante esse processo fiz pouquíssimas hidratações. E no próximo post vou falar dos produtos que comecei a usar agora no mês de janeiro para hidratá-lo e deixá-lo um pouco melhor.

Uma observação: Se você sabe que vai pintar seu cabelo futuramente, não pintem de preto. Preto é uma cor muito difícil de se sair. O pigmento da tinta fica no seu cabelo de uma forma, parece que é criação do satã de tão difícil que é sair dessa cor. Depois de 5 anos meu cabelo ainda tem uma cor mais escura do que acredito ser a cor natural dele. Eu acho que só não fiz mais cagada porque tenho muito cabelo e custaria muito pintá-lo todo colorido e por isso não o fiz.

IMG_8355

Esse é meu atualmente

Essa foto é de um vídeo que eu fiz especial aqui para o blog e que quando eu tiver a oportunidade estará editado, upado e postado aqui. Estou mega animada com isso :3

cats

Anúncios

3 comentários sobre “Cabelo: Meus estágios e hidratação atual PARTE 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s